02/08/2017

5 dias para conhecer Nova York

Nova York é uma das cidades mais caóticas e funcionais que conheço, mas de uma loucura organizada e única, do tipo que encanta qualquer um. Conhecer cada cantinho dela em apenas cinco dias pode parecer uma tarefa complicada, exaustiva e muito improvável, mas vou te mostrar que com uma boa logística e muito pique, o desafio é superpossível! Prepare-se para a maratona:

Como dividir os dias

No meu caso, era a primeira vez de minhas filhas na cidade e queria mostrar para elas os grandes pontos turísticos e culturais. No dia em que chegamos ainda tínhamos um fim de tarde para curtir. Se sua viagem também começa assim, anote:

Passe o primeiro fim de tarde na Times Square e habitue-se àquelas luzes dos painéis que transformam a noite em dia. É de impressionar qualquer um!

Tente comprar os ingressos para assistir a uma peça da Broadway no posto oficial da TkTs. Os descontos são altos e você consegue comprar para o mesmo dia. Eu comprei com 50% de desconto para a peça “School of Rock”, que é animadíssima – recomendo muito. Minhas filhas vibraram e nós também!

Dia 1:

Faça um passeio de bicicleta pelo Central Park. Alugue as bikes por três horas, pois a volta no parque é grande e cheia de atrações. Além disso, indico estacionar sua bike em uma das saídas do parque e ir a pé ao Museu de História Natural (compre os ingressos antecipadamente pelo CityPass). Muito legal!

Se quiser almoçar ali por perto, indico o Food Hall que fica embaixo do Plaza Hotel. Tem uma variedade enorme de restaurantes, como se fosse uma praça de alimentação. Fomos várias vezes lá, já que nosso hotel era perto, e cada uma escolhia o tipo de comida que queria experimentar.

Finalize o dia passeando pela 5ª Avenida, Rockfeller Center, Saint Patrick’s Cathedral, Grand Central e entornos.

Dia 02:

Empire State: clichê, mas a vista lá de cima é linda. Novamente, compre o ingresso antecipadamente pelo CityPass, que é o site oficial da cidade.

De lá, dê uma esticada até o Chelsea para visitar o Whitney Museum, museu de arte contemporânea lindíssimo que amei conhecer! E ainda pude conferir a exposição do artista brasileiro Helio Oiticica – vou contar uma pouco mais sobre o assunto em outro post.

Aproveite para almoçar pela região. No Meatpacking District tem uma porção de bons restaurantes, mas nós escolhemos o Santina, que fica ao pé do museu, especializado em comida da costa italiana. Simplesmente delicioso.

De lá pegue a High Line, que começa exatamente junto ao museu, e caminhe apreciando arte, paisagismo e muita arquitetura. Paradas para fotos, sorvete e muito grafite nas paredes. É uma delícia de ver!

Ao fim do trecho você desce próximo ao pier 83. Se está com crianças, vale pegar o The Beast, barco de aventura que te leva ao redor da estátua da liberdade. Achei muito divertido! Se não tiver com crianças, não sei se vale a pena, mas minhas adolescentes adoraram. Tem música alta e manobras radicais.

Já de volta a Midtown (onde estávamos hospedados), se ainda tiver pique, invista em uma hamburgueria para finalizar o dia. Indico uma bem pequena, que fica escondida atrás de uma cortina de veludo vermelha dentro do Hotel Meridien na 56th Street. Dá para comprar e comer no local ou levar para o hotel. É superdisputada e tem grandes filas. Nós chegamos às 19h30 e não pegamos fila, mas na saída já estava uma loucura! O hambúrguer não é grande, mas a proposta é muito bacana. Eu gostei!

Dia 03:

Reserve boa parte do dia para conhecer o Metropolitan Museum. Almoce por lá e termine o dia passeando pelo Soho. Região cool, gostosa para bater perna, ver gente bonita e curtir lojas de design, bares e restaurantes.

Dia 04:

Vá de metro ou de bicicleta até à Ponte do Brooklyn. Caminhe por toda a ponte e se maravilhe com a arquitetura e a paisagem – um ótimo lugar para tirar algumas fotinhos. Afinal, tem uma vista única de Manhattan.

No Brooklyn passeie pelo Heights Promenade e DUMBO. A região está linda e esta área revitalizada. Aos domingos tem feiras de antiguidade no DUMBO. Muito legal!

Vá de táxi de lá para o Marco Zero, onde fica o Memorial 11 de Setembro, construído para homenagear as vítimas dos ataques ao World Trade Center. O local que traz tantas lembranças, não por acaso é muito silencioso – acredito que as pessoas que visitam prestam com grande respeito uma homenagem às vítimas da tragédia. É bonito e forte.

Ao lado deste complexo está a estação de trem mais linda que já vi, projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava – corre lá e da uma espiada que é demais!

Reserve a noite para um jantar gostoso na região do Meat Marketing e Chelsea. Tem ótimas opções por lá! Qualquer hora faço um post sobre restaurantes em NY. Nós fomos num asiático bem gostoso.

Dia 05:

Caminhe pelo Central Park até o Museu Guggenheim, projetado pelo renomado arquiteto Frank Loyd Right – atualmente tem uma exposição dedicada ao seu trabalho no MoMA. Dê uma passada lá para conferir e finalize o dia com um Happy hour no Rockfeller Center.

Marque hora no Top of The Rock (compre ingresso antecipadamente pelo CityPass – o horário de subida você escolhe na hora) para fechar a viagem com chave de ouro e com uma vista incrível da cidade. Nós subimos as 21h30, quando realmente escurece. Foi demais!

Finalizamos a noite num restaurante grego bem gostoso e já começamos a planejar a nossa volta, porque nunca há tempo suficiente para desvendar NYC.


Dicas finais:

– O metrô funciona super bem;
– The beast: o último barco sai às 18h;
– Os taxistas são um pouco estranhos e perdidos, às vezes;
– Filas do post do tkts tendem a diminuir ou sumir perto das 17h30;
– Participe da loteria da Broadway. É possível ganhar pelo menos um par de ingressos disputadíssimo com bastante desconto se você tentar todos os dias que estiver por lá! Site: lottery.broadwaydirect.com;
– Faça um pacote de ingressos para as entradas das atrações que escolher e compre pelo CityPass. Economia de até 47% e evita filas;
– Divida os passeios por regiões. É muito fácil se localizar na cidade. Ande com o mapa em mãos ou no celular;
– Baixe o aplicativo OpenTable para reserva de restaurantes;
– Pesquise o que acontecerá na cidade durante sua estadia: você pode dar sorte de conseguir assistir a um jogo, show, uma exposição, uma mostra temporária…

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *