16/03/2017

Entreposto lança coleção Índigo

Terça-feira (14) foi dia de conferir de pertinho os lançamentos maravilhosos da Entreposto. A marca armou um coquetel na loja para relevar a sua nova coleção de tecidos, que levou o nome de Índigo – uma referência a um dos mais antigos corantes de tecidos do mundo. A fachada foi pintada de azul e os ambientes internos ganharam décor com referências africanas.

A equipe criativa da Entreposto foi buscar inspiração nas vestimentas utilizada pela antiga civilização Mali, que existiu na Áfica Ocidental entre os séculos XIII e XIV. Essas peças eram tingindas com um pigmento natural azul, fruto da fermentação de folhas de espécies anileiras. A coloração tão marcante era aplicada no shibori, técnica de tingimento com amarrações, dobras ou costuras que formam padrões no tecido (as partes dobradas, amarradas ou costuradas não recebem a pigmentação).

A partir dessas referências históricas, a marca desenvolveu a coleção Índigo que é guiada por tons de azul e conta também com tons de rosa e marrom.

Do shibori ao veludo

41 tecidos compõem a Índigo, entre releituras do shibori, estampas étnicas, ikats, listras e flores delicadas. Lona, linhos e veludos azulados completam a cartela de tecidos novos.

Tecido sustentável

Uma das grandes novidades é o tecido sustentável Listra Midori. Ele é fabricado com matérias-primas como o algodão reciclado e poliéster proveniente de garrafa pet em um processo de produção que dispensa água, corantes e produtos químicos agressivos ao meio-ambiente. Demais, né? Além disso, a Entreposto confeccionou almofadas e mantas exclusivas e limitadas com o tecido original de Mali, base de inspiração da coleção, que estão disponíveis para venda.

Vem com a gente espiar esse evento incrível:

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quelli impostati sull'acquisto di un falso di solito andare a molti degli innumerevoli fake luxury watches siti internet che orgogliosamente vendere orologi replica. Il prezzo basso è un suggerimento sicuro. Gli acquirenti sanno (o dovrebbero sapere) che stanno ricevendo un falso. L'unica domanda è:replika rolex klockor quanto è "buono" un falso? È impossibile dirlo dalla foto sfocata. C'è qualcosa che funziona sul pezzo? Probabilmente no. Questi siti internet spuntano subito dopo la chiusura del primo. Guardate la loro copia dell'annuncio: "Non nasconderemo il fatto che non sono autentici... nessuno lo saprà mai... possiamo quasi essere considerati un'estensione dei marchi veri e propri... anche le Replik IWC Uhren persone qualificate günstig kaufen hublot uhrche convalidano la legittimità degli orologi autentici non possono dire quale sia reale e quale sia falso". Naturalmente nessuna di queste affermazioni è vera.