28/03/2017

Paisagismo no Japão: a beleza inigualável dos jardins japoneses

Estivemos recentemente no Japão e ficamos tão encantadas com o que vimos por lá, que não deu para escrever sobre outro assunto no Studio LAB neste mês. De beleza exuberante e cheio de paz e espiritualidade, os jardins japoneses são paisagens inesquecíveis, criados especialmente para promover a meditação e a contemplação.

Os elementos dos jardins japoneses e seus significados

Neste contexto, preponderam valores transmitidos pela água, pelas pedras, lanternas, pontes e plantas, entre os principais. A água simboliza o ciclo da vida, enquanto a presença de carpas significa sorte, prosperidade e persistência, devido à sua habilidade de nadar contra a correnteza. Pedras simbolizam resistência; e aqui vale contar uma curiosidade: em alguns jardins japoneses, podemos encontrar duas pedras de tamanhos diferentes: uma simboliza o homem e a outra, a mulher. A lanterna é considerada a luz do conhecimento e as pontes simbolizam a transição do mortal para o sagrado.

As plantas que dão vida aos jardins

As plantas são normalmente associadas com pensamentos em movimento e as formas de vida universais. Carvalho, bambu e azaleia são árvores muito comuns em jardins japoneses. Lótus e Pinheiro têm significados sagrados. E as belíssimas Cerejeiras, também conhecidas como Sakura, são adoradas no Japão, já que sua floração ocorre antes da colheita do arroz, de modo que os japoneses acreditam que a abundância das flores indica o sucesso da produção desse alimento. Delicada e frágil, a Cerejeira é símbolo da vida curta dos Samurais, uma vez que estes se dispõem a enfrentar a própria morte para vencer uma batalha.

O Brasil e as Cerejeiras

Aqui no Brasil, elas são muito usadas em decorações de festas. Mas para quem tem vontade de conferir de perto a beleza e encanto das Cerejeiras, elas têm lugar especial no Parque do Carmo, localizado na Zona Leste da cidade. Vale conferir a data em que acontece a Festa das Cerejeiras para ter uma experiência tipicamente japonesa em plena São Paulo.

Esse festival lindo acontece todo ano no Parque do Carmo e é organizado pela comunidade nipônica que vive na região de Itaquera. Eles mantiveram a tradição de realizar o “hanami“, um costume japonês de contemplar a beleza das cerejeiras sentados embaixo das árvores. Além de ser uma oportunidade de testemunhar a curta florada das Sakuras, a festa oferece apresentações e shows da cultura japonesa e, é claro, petiscos típicos também.

Um beijo!

por Atelier das Meninas

Fotos realizadas por...

Geisha world Wiki | Travel the World Over | Thousand Wonders | Home Design Architecture | Robert Ketchell's blog | Crafthubs | Pinterest | Round of the Seasons in Japan | Japan Travel | Hiroki Morita | Facebook/festadascerejeirasparquedocarmo (reprodução)

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *