27/07/2017

Uma visita ao ateliê de Abraham Palatnik

Recentemente, tive o imenso prazer de conhecer o ateliê de Abraham Palatnik, artista que admiro muito, cujas obras têm uma enorme relevância para a história da arte brasileira. Para quem não sabe, ele foi um dos pioneiros da arte cinética, corrente artística que incorpora movimentos mecânicos às obras ao explorar efeitos visuais e ilusão de ótica.

O artista nascido em Natal (RN) e que viveu até os 19 anos em Tel-Aviv (então Palestina), mantém o ateliê em sua própria casa, no Rio de Janeiro. O apartamento tem vista privilegiada para Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar, visual maravilhosos que continua a influenciar a sua produção até hoje – sim, Palatinik continua na ativa no auge de seus 89 anos! Incrível, né?

O interessante é perceber como o espaço foi sendo tomado pela arte: são obras e mais obras, algumas completas, outras que estão sendo aos poucos finalizadas, espalhadas por todos os cantos. O único cômodo que não conta com uma área de trabalho é o seu quarto.

Fomos recebidos por Benny, filho do artista, que atualmente é quem o ajuda na organização do dia a dia e no contato com as galerias. Nem preciso dizer que foi um verdadeiro privilégio conhecer Palatnik e ver de pertinho o berço de obras de arte tão significativas!

 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *